Lecture on brasilcolnia-091109174403-phpapp02

Вашему вниманию предлагается доклад и презентация по теме brasilcolnia-091109174403-phpapp02. Данны материал, представленный на 45 страницах, поможет подготовится к уроку History. Он будет полезен как ученикам и студентам, так и преподавателям школ и вузов. Вы можете ознакомиться и скачать этот и любой другой доклад у нас на сайте. Все материалы абсолютно бесплатны и доступны. Ссылку на скачивание Вы можете найти вконце страницы. Если материал Вам понравились – поделитесь им с друзьями с помощью социальных кнопок и добавьте сайт в закладки в своем браузере.
Страница #1
Brasil Colônia 1500-1822 Professora Elaine
Страница #2
Modelos de colonização da América
Modelo Português
Modelos de colonização da América Modelo Português
Страница #3
A conquista do Novo Mundo
Portugal: Périplo Africano
A conquista do Novo Mundo Portugal: Périplo Africano
Страница #4
Lembrete:
Toda essa história começou por que os europeus almejavam chegar às índias...
Lembrete: Toda essa história começou por que os europeus almejavam chegar às índias...
Страница #5
A 1ª controvérsia diplomática
1494 – a Espanha tenta emplacar a “Bula Inter Coetera”
A 1ª controvérsia diplomática 1494 – a Espanha tenta emplacar a “Bula Inter Coetera”
Страница #6
Portugal
A conquista de Ceuta foi o marco inicial de sua grande empreitada
Portugal A conquista de Ceuta foi o marco inicial de sua grande empreitada
Страница #7
Viagens
Exploração
Viagens Exploração
Страница #8
Pacto Colonial
A vinda dos portugueses para o Brasil atendeu a necessidades históricas de expansão da economia capitalista de mercado em sua etapa de formação (século XVI).
Pacto Colonial A vinda dos portugueses para o Brasil atendeu a necessidades históricas de expansão da economia capitalista de mercado em sua etapa de formação (século XVI).
Страница #9
O PACTO COLONIAL
O PACTO COLONIAL
Страница #10
Capitanias Hereditárias
Capitanias Hereditárias
Страница #11
Информация вложена в изображении слайда
Страница #12
1º Governo Geral (1549-1553): 
Tomé de Souza  
Fundação da 1ª cidade brasileira: Salvador
1º Governo Geral (1549-1553): Tomé de Souza Fundação da 1ª cidade brasileira: Salvador
Страница #13
2º Governo Geral (1553-1558): 
Duarte da Costa
Trouxe para o Brasil o padre José de Anchieta, que fundou o Colégio de São Paulo, que deu origem à cidade
2º Governo Geral (1553-1558): Duarte da Costa Trouxe para o Brasil o padre José de Anchieta, que fundou o Colégio de São Paulo, que deu origem à cidade
Страница #14
3º Governo Geral 
(1558-1572):   Mem de Sá
3º Governo Geral (1558-1572): Mem de Sá
Страница #15
4º Governo Geral 
(1572-1578):  Brasil dividido...
4º Governo Geral (1572-1578): Brasil dividido...
Страница #16
Информация вложена в изображении слайда
Страница #17
Exploração do pau-brasil no período pré-colonial
Servia como corante
Exploração do pau-brasil no período pré-colonial Servia como corante
Страница #18
Lavoura açucareira
Portugal já possuía uma experiência na África...
Lavoura açucareira Portugal já possuía uma experiência na África...
Страница #19
Trabalho compulsório
Os índios foram escravizados durante a montagem dos engenhos coloniais e outras vezes depois.
Trabalho compulsório Os índios foram escravizados durante a montagem dos engenhos coloniais e outras vezes depois.
Страница #20
Escravidão
O negro resistiu, fugindo, atacando seus feitores, queimando senzalas, dispersando o gado,  suicidando-se, abortando, disfarçando sua cultura (sincretismo) etc.
Escravidão O negro resistiu, fugindo, atacando seus feitores, queimando senzalas, dispersando o gado, suicidando-se, abortando, disfarçando sua cultura (sincretismo) etc.
Страница #21
Engenho – Fábrica do açúcar
Engenho – Fábrica do açúcar
Страница #22
Sociedade açucareira
Sociedade açucareira
Страница #23
União Ibérica (1580-1640): período em que Portugal foi administrado pelo rei da Espanha...
União Ibérica (1580-1640): período em que Portugal foi administrado pelo rei da Espanha...
União Ibérica (1580-1640): período em que Portugal foi administrado pelo rei da Espanha... União Ibérica (1580-1640): período em que Portugal foi administrado pelo rei da Espanha...
Страница #24
Mineração
Lavras
Mineração Lavras
Страница #25
Bandeiras
De apresamento: captura de índios
Bandeiras De apresamento: captura de índios
Страница #26
Consequências da Mineração
Corrida para a região das minas (rush)
Consequências da Mineração Corrida para a região das minas (rush)
Страница #27
Áreas de mineração
Áreas de mineração
Страница #28
(1708-1709)
Clima de tensão em MG: fome e inflação
(1708-1709) Clima de tensão em MG: fome e inflação
Страница #29
Rebeliões Nativistas
  Contestavam aspectos específicos do Pacto Colonial, não propriamente falando em independência, possuindo caráter regionalista.
Rebeliões Nativistas Contestavam aspectos específicos do Pacto Colonial, não propriamente falando em independência, possuindo caráter regionalista.
Страница #30
jesuítas proibiam a captura dos índios 
jesuítas proibiam a captura dos índios
jesuítas proibiam a captura dos índios jesuítas proibiam a captura dos índios
Страница #31
latifundiários do Maranhão revoltaram-se porque faltavam escravos e os jesuítas condenavam a escravidão indígena.
latifundiários do Maranhão revoltaram-se porque faltavam escravos e os jesuítas condenavam a escravidão indígena.
latifundiários do Maranhão revoltaram-se porque faltavam escravos e os jesuítas condenavam a escravidão indígena. latifundiários do Maranhão revoltaram-se porque faltavam escravos e os jesuítas condenavam a escravidão indígena.
Страница #32
Senhores de engenho de Olinda pediam dinheiro emprestado aos comerciantes de Recife (mascates) 
Senhores de engenho de Olinda pediam dinheiro emprestado aos comerciantes de Recife (mascates)
Senhores de engenho de Olinda pediam dinheiro emprestado aos comerciantes de Recife (mascates) Senhores de engenho de Olinda pediam dinheiro emprestado aos comerciantes de Recife (mascates)
Страница #33
decisão do Conde de Assumar (governador    da província) de abrir    as Casas de Fundição em Vila Rica 
decisão do Conde de Assumar (governador    da província) de abrir    as Casas de Fundição em Vila Rica
decisão do Conde de Assumar (governador da província) de abrir as Casas de Fundição em Vila Rica decisão do Conde de Assumar (governador da província) de abrir as Casas de Fundição em Vila Rica
Страница #34
Era pombalina
Marquês de Pombal
“derrama” (decreto que estabelecia que, se a capitação não fosse paga, os bens dos mineradores seriam confiscados)
Era pombalina Marquês de Pombal “derrama” (decreto que estabelecia que, se a capitação não fosse paga, os bens dos mineradores seriam confiscados)
Страница #35
Inconfidência Mineira
Movimento emancipacionista
Inconfidência Mineira Movimento emancipacionista
Страница #36
Propostas dos Inconfidentes
Proclamar a independência da colônia e estabelecer a capital em São João Del Rey
Propostas dos Inconfidentes Proclamar a independência da colônia e estabelecer a capital em São João Del Rey
Страница #37
Conjuração Baiana
(1798)
Movimento emancipacionista
Conjuração Baiana (1798) Movimento emancipacionista
Страница #38
A vinda da Família Real para o Brasil
Dilema em relação ao Bloqueio Continental
A vinda da Família Real para o Brasil Dilema em relação ao Bloqueio Continental
Страница #39
Medidas tomadas por D.João VI
1808: abertura dos portos
Medidas tomadas por D.João VI 1808: abertura dos portos
Страница #40
Política Externa de D.João VI
Invadiu a Guiana Francesa     (os nordestinos ficaram apavorados com a convocação para o serviço militar e isso desencadeou a Revolução Pernambucana...)
Política Externa de D.João VI Invadiu a Guiana Francesa (os nordestinos ficaram apavorados com a convocação para o serviço militar e isso desencadeou a Revolução Pernambucana...)
Страница #41
Revolução Pernambucana
(1817)
Elite: anti-colonial, liberal, mas não anti-escravista...
Revolução Pernambucana (1817) Elite: anti-colonial, liberal, mas não anti-escravista...
Страница #42
Revolução Liberal do Porto e Independência do Brasil
Revolução Liberal do Porto: obrigou D.João VI a voltar pra Portugal
Revolução Liberal do Porto e Independência do Brasil Revolução Liberal do Porto: obrigou D.João VI a voltar pra Portugal
Страница #43
Grupos políticos do período 
“partido português” (comerciantes portugueses, militares e funcionários públicos interessados na manutenção da presença de D.João VI no Brasil)
Grupos políticos do período “partido português” (comerciantes portugueses, militares e funcionários públicos interessados na manutenção da presença de D.João VI no Brasil)
Страница #44
Independência?
A independência do Brasil não acarretou transformações profundas na estrutura social do país e nem foi sinônimo de independência financeira.
Independência? A independência do Brasil não acarretou transformações profundas na estrutura social do país e nem foi sinônimo de independência financeira.
Страница #45
Информация вложена в изображении слайда
Оставьте свой комментарий